domingo, 7 de fevereiro de 2010

Porque te AMO

Amo-te porque és minha filha
Amo-te porque és parte de mim
Amo-te porque és um doce
Amo-te porque quando ris, o meu coração salta de alegria
Amo-te porque os teus abraços são festinhas no meu coração
Amo-te quando me dizes Amo-te
Amo-te quando me dizes És má!
Amo-te quando te portas bem
Amo-te quando te portas mal
Amo-te quando me dás a mão e dizes Vem brincar comigo!
Amo-te quando choras porque és contrariada
Amo-te quando adormeces agarrada a mim.
Amo-te quando me dás pontapés a dormir
......................................................................
e se nada mais nenhuma outra razão houvesse....
Amo-te porque sim... porque sou tua mãe... porque só assim consigo existir.

4 comentários:

Carlos Manuel disse...

Está a nevar...violentamente...
Por sorte, aqui no recanto do meu escrotório, tive a alegria de ver,ler e meditar no "poema"para a Madalena.
Que lindo minha "pequenita" ...que lindo ver como cresceste de uma maneira tão bela,tão bonita e tão poética.Que ternura o que escreves.Só quem re conhece bem, consegue "ler" o que te vai na ALMA,quando abres no coração a "conduta"do Amor, que tens por tudo o que amas verdadeiramente.
Conheco-te bem, tenho tanto orgulho na nossa pequenita...que bom teres nascido e seres tão nossa...Continua com a tua "clarividente"ternura e que DEUS vos guarde...
Bom Carnaval...

© Tété £ Xavier disse...

O SIM basta...!

Beijos
Tété & Xavier

sonia disse...

Bem agora deixaste-me comovida e mais fiquei com o comentário do Sr. Carlos, expressas por palavras os snetimentos que te fazem viver e isso é lindo e como me revi nas tuas palavras!!

Beijocas grandes.

magic-words disse...

Papá...
Obrigada pelas tuas palavras... sabes que sou resultado de todo o amor e carinho com que me criaram e educaram...
Não sabe amar que não foi ensinado a ouvir o coração.
Sonita....
As palavras lindas são do melhor papá do mundo....O meu!